O que eu fiz a vida inteira e que pretendo continuar a fazer é amar. Acho que não tem sentimento mais bonito, sincero, sereno, complicado, e tudo ao mesmo tempo do que o amor.

Não tem apenas uma palavra que defina a vida de alguém, e muito menos a minha, que sou totalmente confusa, complicada e cheia de defeito e qualidades, mas tudo o que eu faço eu sinto, e a minha vida sempre foi feita de emoções, das mais fortes e mais sinceras, tenho que realmente me orgulhar disso. E a maior parte delas foi chorar. Chorar de alegria, de tristeza, de emoção,  de futilidade, de todos os mais diversos sofrimentos. E o que cutuca tudo isso é a música. Ela me abre portas e me faz pensar, ter diversas opiniões.

Nesse instante da minha vida eu tenho me dedicado muito a solidariedade. As pessoas, a vida, a tudo que eu ja falei aqui. As pessoas que me fazem amar, me fazem ouvir música, me fazem chorar, me fazem me orgulhar. E sem a solidariedade como posso retribuir todos esses sentimentos? .

A história da minha vida são as pessoas, os sentimentos a minha própria existência. Não tem como ser mais simples e objetiva do que isso.

Anúncios